Autor-editor: você provavelmente não é um

PSD posts dicas

Nunca foi tão fácil publicar um livro como é hoje. Hoje, você simplesmente senta a sua bunda na cadeira em frente ao computador, abre um site de publicação online e gratuita e livros, clica em alguns botões e voilá, você foi publicado. Se vai ter sucesso ou não, você já não sabe dizer, mas sua obra já está disponível para ser comercializada na internet e lida por quem quiser, como todo e qualquer outro livro digital.

A autopublicação tem sido o principal método de publicação dos autores nacionais que desistem de correr atrás de editoras que demoram meses para dar um retorno, isso quando dão um; autores que querem ver sua obra amanhã nas livrarias recorrem à sites de autopublicação, buscam gráficas para que seu livro possa ser impresso… Mas poucos se preocupam com o ponto crucial da publicação de um livro: a edição dele.

Leia mais »

Autopublicação: por onde começar

Posts

A autopublicação vem crescendo muito no Brasil entre os autores iniciantes. Visando a oportunidade de publicarem com uma facilidade e rapidez maiores do que seria com uma editora tradicional, certos autores encaram a estrada cheia de obstáculos que é a da autopublicação: as dificuldades, os custos, a aceitação dos leitores e outros autores. Há quem diz que a autopublicação é uma humilhação, como também há quem diz que a autopublicação é uma conquista, justamente porque o autor conseguiu superar todos os obstáculos dela e publicar o seu livro, além de também estar fazendo sucesso com ele.

Mas entra a questão: se eu quero autopublicar, como eu posso começar?

A autopublicação não é muito diferente de qualquer outro meio de publicação; ele é apenas mais complicado porque o responsável por tudo é você. Mas, da mesma forma, ela segue os mesmos passos de uma publicação tradicional.

O primeiro passo, após finalizar o seu livro, é realizar uma revisão própria no seu livro. O que é uma revisão própria? É a revisão que o próprio autor faz no seu livro, a fim de encontrar pequenos erros gramaticais ou ortográficos, trechos que ficaram a desejar, cortar uma coisa aqui ou ali; ou seja, uma lapidação do seu original. É interessante que você compartilhe ele com outras pessoas (parentes, professores, pessoas que realmente gostem de ler) para que você consiga aperfeiçoar ainda mais o seu livro. Justamente por você estar se autopublicando, você dificilmente (ou de modo quase impossível) vai ter um editor à sua disposição fazendo sugestões de alterações ou cortes. Então, isso tudo é exclusivamente com você.

Leia mais »

Autopublicação: uma conquista ou uma humilhação?

Posts

Eu faço autopublicação. Não que isso seja grande coisa. Não que eu seja exatamente a maior entendedora do assunto. Mas eu faço autopublicação e eu conheço esse mercado e muito bem, a propósito. E, principalmente, conheço quem faz parte dele.

A princípio, os autores que entram na autopublicação, são aqueles que estão cansados de escutarem o frequente “não” de editoras tradicionais, apenas porque o seu livro, supostamente, não segue a linha editorial ou o que a editora está procurando no momento. Mas também temos os outros autores que estão na autopublicação porque não querem depender das editoras para que seus livros sejam, finalmente, publicados.

Porém, o problema não é a intenção do autor, não é o desejo de publicar ou o mercado editorial limitado e extremamente seleto. O problema é a opinião a respeito daquela obra. Ela é boa como o autor diz? Se é tão boa assim, então por que nenhuma editora quis publicá-la? Por que o autor precisou pagar para que a obra fosse publicada?

E então, levantamos a questão polêmica: a autopublicação é uma conquista ou uma humilhação?

Leia mais »

Os 10 maiores erros que os escritores cometem ao fazer uma publicação direta

PSD posts dicas

Por Guy Kawasaki

Em 25 anos, eu escrevi 20 livros. Os dez primeiros foram publicados de maneira tradicional. Porém, quando a editora do meu livro Encantamento disse que não poderia cumprir o pedido de 500 cópias de eBook, decidi que eu mesmo iria publicar o meu próprio livro, What the plus!

Esta experiência me ensinou que a publicação direta é complexa, pessoal e desafiadora — como disse Steve Jobs, “Deve haver uma maneira melhor”. Então eu escrevi meu último livro, APE: Autor, Editor e Empresário — Como publicar um livro, para simplificar e otimizar o processo de autopublicação para outras pessoas.

Ao longo desta jornada, juntei uma lista com os 10 maiores erros que escritores, inclusive eu, fazem quando publicam diretamente seus livros. Aqui estão eles, pelo menos você poderá cometer novos erros ou evitar estes erros completamente.

1. Escrever pela razão errada: O erro mais comum ao escrever um livro é escrever para ganhar dinheiro. Estatisticamente, você está caminhando para a decepção. Ao invés disso, você deve escrever um livro por boas razões, por você ter algo de valor a dizer, porque você tem uma causa e quer passar adiante ou quer encarar o desafio intelectual de escrever um livro.

2. Não contratar um profissional de edição de texto: Quando terminei de escrever o APE, pensei que não havia erros. O editor encontrou 1400 — isto mesmo: mil e quatrocentos erros. Escrever e editar um texto são dois talentos diferentes, assim como o melhor vendedor não é o melhor gerente e o melhor jogador não é o melhor treinador.

Leia mais »