Sites de wallpaper NÃO SÃO bancos de imagem gratuitos

PSD posts dicas

Recentemente alguns de nós presenciamos (ou até fizemos parte) de algumas tretas™ que envolviam as questões desde uso inapropriado de imagem até plágio de imagens, cujas artes eram utilizadas em capas de livros publicados por editoras.

O que mais me chamou a atenção no meio da discussão toda, foi que o argumento de quem plagiava ou usava as imagens protegidas por direitos autorais, dizia: “estava no Google, então era de graça”, “todas as editoras pegam imagens no Google” ou o melhor também “encontrei nesse site de wallpaper, estava de graça”.

Recentemente aconteceu também de uma autora confeccionar a própria capa, e ter sido denunciada para a artista original da capa, que veio tirar satisfação com ela em público, expondo a situação para todos. Uns conhecidos da autora foram até ela e perguntaram o que aconteceu, e ela disse que encontrou a imagem em um site de wallpaper.

Migas, vamos deixar duas coisas bem claras aqui:

  1. Se está no Google, NÃO SIGNIFICA QUE SEJA DE GRAÇA.
  2. Se está em um site de wallpaper, NÃO SIGNIFICA QUE SEJA DE GRAÇA.

Nada que está no Google Images é de graça. Nada. Ao menos enquanto você não saiba a procedência da imagem. O Google nada mais é um grande arquivo de dados da Internet, que mostra tudo o que foi compartilhado até hoje na Internet (você pode até pesquisar pelo seu nome e você provavelmente vai aparecer também), que está disponível. Isto é: ele também mostra imagens de portfólios, bancos de imagem pagos, sites de wallpapers. Tudo o que for caracterizado como imagem, se você pesquisar, o Google te mostra. Ele dá o acesso não apenas às imagens, mas também aos links originais dela.

Logo, o Google não é um grande banco de imagem gratuito. Nada disso.

Nem os sites de wallpapers – estes, inclusive, sequer deveriam existir. A maioria das imagens que constam neles são de uso proibido, apesar de a sua maioria estar em boa qualidade e você pensar que é total free mesmo. A maioria das imagens são de uso comercial (e até mesmo pessoal, algumas vezes) proibido, artes exclusivas para X projetos, ilustrações de portfólios. É tipo um Google, só que com imagens com uma qualidade maior.

Sim, o Google e o site de wallpapers podem, eventualmente, te apresentar uma imagem de graça de verdade. Mas antes de achar mesmo que aquela imagem é de graça, você precisa pesquisar a procedência dela.

Muitas vezes alguns sites (principalmente sites de wallpapers) não disponibilizam os créditos dos autores das imagens, sejam ilustradores ou fotógrafos, então dá a entender que a imagem não tem dono e simplesmente brotou. É ingenuidade sua imaginar que a imagem simplesmente brotou naquele site e que não tem dono. É pedir para levar processinho.

Para pesquisar a procedência dela, o ideal é que você procure no Google Images. O Google Images permite que você procure imagens por imagens, sem precisar de palavras-chave como é necessário normalmente. Você simplesmente coloca sua foto lá e o Google rapidamente procura por iguais/semelhantes. Eventualmente você pode achar a imagem em vários sites de wallpapers (como costuma acontecer) ou no Pinterest (o segundo mais famoso e preferido da galera), mas se você pesquisar a fundo, poderá encontrar o verdadeiro autor da imagem. Seja no DeviantArt, seja em um portfólio online em um website, em qualquer lugar. E, ao mesmo tempo, poderá ver qual a licença da imagem, se ela é free para uso comercial ou não, se precisa de atribuição ou não.

Para não passar por problemas envolvendo questões de direito autoral, o mais indicado é que, primeiro:

NÃO FAÇA A PORCARIA DA SUA CAPA POR SUA CONTA, SEM TER NOÇÃO DE NADA, CARAJOS.

É aquele mantra: escritor escreve, revisor revisa, editor edita… E o designer faz a porcaria da sua capa. Eu entendo: é caro, é chato procurar um designer bom, é complicado, é caro (2), é caro (3), é caro (4)… Mas você tem que colocar na sua cabeça que a capa é a identidade do seu livro. Ela é quem vai atrair o leitor e fazer ele se interessar pelo seu romancezinho água com Nicholas Açúcar Sparks, ou sua fantasia tolkiana batida. Se é preciso investir R$400, R$600, R$1.000 em uma capa, diabos, invista. É melhor do que ter que pagar processinho lá para frente porque você se achou bom o suficiente usando fontes coloridas e estilizadas no Photoshop.

Mas, se mesmo assim, você quiser ser o sobrinho designer por um dia, então ao menos trate de procurar imagens em lugares ADEQUADOS.

Lembrando que:

  1. Google não é banco de imagem.
  2. Site de wallpaper não é banco de imagem.
  3. Mercado Livre não vende imagens. NUNCA.

Os sites mais indicados para você realizar compra de imagens (e se garantir de que não vai ter problemas com processinhos daí para frente), são os famosos bancos de imagem pagos. Shutterstock, Dollar Photo Club, Dreamstime, Fotolia… Temos vários espalhados por aí, cada um com um custeamento diferente na hora de cobrar pelas imagens. O Dollar cobra uma mensalidade e as imagens são baratas, embora não muito aproveitáveis para capas por serem extremamente genéricas; Shutterstock já é consideravelmente mais caro, mas tem imagens incríveis, assim como o Dreamstime e Fotolia; e por aí vai.

Caso você não queira comprar imagens, e sim usar imagens gratuitas, você pode pesquisar as imagens no Pixabay (ignorando SEMPRE  a primeira linha de imagens, que são patrocinadas; ou seja, pagas), que é um banco de imagens totalmente free e que apresenta imagens de qualidade; e também o Flickr, que tem a opção de você pegar imagens do Creative Commons, onde você pode usar as imagens desde que coloque uma atribuição/créditos ao dono da imagem. O mais importante é que esteja claro de que as fotos tenham uma permissão de uso comercial.

“Ah, mas tem um monte de fotos por aí que diz uso pessoal permitido…” Miga, para de ser burra. Uso pessoal é totalmente diferente de uso comercial. Uso pessoal é quando você usa uma foto apenas para você, onde você não tem lucros, não é para divulgar um trabalho intelectual que pode ser vendida futuramente; quando a imagem é APENAS SUA. Se é para divulgar seu livro, aí entra no uso comercial, pois você está vendendo seu livro, divulgando, ganhando dinheiro com as vendas, você está tendo lucro. Se for procurar por imagens, foque na porcaria do uso comercial. Sempre.

Porém, caso você resolva ignorar tudo o que eu disse e querer dar o maldito jeitinho brasileiro, é melhor que faça isso e se esconda debaixo da menor pedra que conseguir, porque eu vou te achar e vou fazer questão de te denunciar para o artista autor da capa. Estamos entendidos?

Um print lindo de uma ilustradora que mostra que só sai de casa pra fechar barraco.
Um print lindo de uma ilustradora que mostra que só sai de casa pra fechar barraco com quem cata as imagens dela.

Mais noção e vergonha na cara, pessoal. Por favor.

Ninguém é criancinha aqui pra se fazer de besta com tanta frequência. Vamos parar por aí que tá ficando feio.

Bio Gabs

Anúncios

2 comentários sobre “Sites de wallpaper NÃO SÃO bancos de imagem gratuitos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s