Meus livros: “Harvard”, tempo de escrita

PSD posts meus livros

Eu me lembro muito bem do dia em que eu resolvi escrever Harvard: mal passava das sete da noite quando resolvi que escrevia um conto para o dia dos namorados. E que era quase oito da noite quando eu tinha boa parte da ideia traçada, e que planejei até perto das nove da noite.

Às nove e meia, eu comecei a escrever.

Vai ser curto, eu dizia para mim mesma. É rapidinho. Não vou demorar. Eu digitava furiosamente, as ideias brotando na minha cabeça, as cenas se formando, os diálogos acontecendo, Niels e Harvard se conhecendo e virando a madrugada para fazer com que Niels criasse jeito e conseguisse reconquistar Cinel.

E é claro, como todo trabalho que a gente fica em cima o tempo inteiro, uma hora a gente cansa. Então, eu fiz uma pausa. Conferi as redes sociais, vi meu e-mail, participei de uma discussão sobre literatura em um grupo que participo, tomei um Wake de Chocoberry para animar, procurei fotos de casais e histórias de dia dos namorados e voltei a escrever. Isso tudo levou cerca de quase uma hora, até eu sentir saudade de voltar a escrever e o Word me chamando cada vez mais.

Tirando essa hora de descanso, eu escrevi Harvard em sete horas e meia.

Isso mesmo. Sete horas e meia.

Eu parei de escrever Harvard às quatro da manhã. Meus dedos estavam cansados, meus olhos estavam pesados, estava frio, e eu clamava pela minha cama, mas sentia que não ia conseguir dormir, e nem me  permitiria, se eu não terminasse de escrever. É só um conto!, eu repetia para mim mesma. Pare de ser frouxa! VOCÊ CONSEGUE. É SÓ UM CONTO. ONZE CAPÍTULOS. SÓ ISSO. VOCÊ CONSEGUE. VOCÊ VAI GANHAR UMA CERVEJA SE TERMINAR ISSO HOJE. VAMOS!!!!!!!

Resultado: eu terminei Harvard naquela noite, após sete horas e meia escrevendo, matutando, ajeitando aqui e ali e finalmente escrevendo o “Fim”. Eu acordei às sete da manhã para trabalhar, me entupi de café e quando cheguei em casa, me recompensei com uma Budweiser gelada e o conforto da minha cama. Nada melhor do que ter aquela sensação de dever cumprido, apesar do cansaço extremo no qual eu me encontrava.

Gostou? Você pode comprar o eBook de Harvard aqui!

Boa leitura para você!

Bio Gabs

Anúncios

Um comentário sobre “Meus livros: “Harvard”, tempo de escrita

  1. Que massa… Eu já estava achando que eu era anormal por escrever tão rápido. Não foi em sete horas, claro, mas eu escrevi um livro em um dia. E toda história também se passa num só dia. Eu li seus livro, Harvard, gostei mesmo. Fui eu quem escreveu a primeira resenha no Skoob. Gosto muito de suas dicas… Agora com isso não me sinto mais anômala. O povo ficava espantado quando eu dizia que escrevi um livro em um dia…
    Anyway, biejin! Congrats pelo livro divertido…

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s