Resenha: Por Causa do Sr. Terupt, de Rob Buyea

Posts

Eu nunca li nada de Buyea, e não sabia exatamente o que esperar; porém, ano passado, tive o prazer de conhecer esse livro de primeira mão por ser a responsável pela capa e projeto gráfico dele, assim, tendo acesso à história um pouco antes de ser lançada. Mas isso não vai interferir minha resenha, apesar de você poder achá-la muito suspeita. A leitura foi obrigatória, mas não necessariamente desagradável; muito pelo contrário.

Sinopse

É o início do quinto ano para sete alunos da Escola Snow Hill. Temos Jessica, a menina nova, esperta e perceptiva, que está tendo dificuldades para se adaptar; Alexia, a encrenqueira, sua amiga num segundo e sua inimiga no próximo; Peter, pestinha de classe e criador de confusão; Luke, o inteligente; Danielle, que nunca se garante sozinha; a tímida Anna, cuja situação família faz dela uma garota sem amigos; e Jeffrey, que odeia a escola.

Apenas o Sr. Terupt, o novo e energético professor, parece saber como lidar com todos eles. Ele torna a sala de aula um lugar divertido, mesmo que não deixe os alunos fazerem tudo o que querem… Até um dia de neve no inverno, quando um acidente muda tudo — e todo mundo.

Num relato delicado e emocionante, Por Causa do Sr. Terupt é capaz de tocar crianças e adultos.

Por Causa do Sr. Terupt é uma gracinha. É uma palavra que consigo definir o livro como um todo.

No começo do livro, conseguimos identificar cada personagem e sua personalidade; alguns, conseguimos detestar logo de cara — como eu detestei Alexia —, e outros, podemos gostar também logo de cara — como eu gostei de Anna. O novo início do ano letivo parece normal para todos os alunos, com a exceção do fato de que agora eles têm um novo professor: o Sr. Terupt. Com seu jeito diferente de conduzir a aula, ensinar e lidar com os alunos, ele é exatamente o tipo de professor que eu gostaria de ter conhecido quando estava no quinto ano. Ele é a principal fonte de inspiração para qualquer aluno do fundamental, e o autor conseguiu nos conquistar exatamente por isso.

De início, o Sr. Terupt conquista a admiração de poucos alunos; enquanto uns o acham o máximo, outros não estão muito aí. Mas é claro que isso vai mudar. Sr. Terupt é um professor diferente, isso o autor deixou bem claro durante o livro. Ele ensina os seus alunos, da melhor maneira possível, a se ter compaixão pelo próximo, a não praticar o bullying, a instigá-los a se empenharem a estudar e aprender mais. Ele motiva os alunos cada vez mais em cada aula, cada proposta, cada atividade diferente, de modo que os deixam ainda mais empolgados por suas aulas, o que é raro de se ver na maioria dos alunos dessa idade, ou nessa faixa de época letiva. E, ao decorrer dos capítulos, podemos ver que os alunos estão pouco a pouco — ou, rapidamente — sendo conquistados pelo adorável professor.

Porém, em um dia que resolvem ter a famosa “aula fora da sala”, um acidente acontece e Sr. Terupt é obrigado a ser afastado dos alunos. Ou, do modo como aconteceu na história e como os personagens se sentiram, os alunos precisam se afastar do professor. Mas aqueles que antes não se falavam entre si, agora ficam de mãos dadas, aguardando o retorno do professor para eles. Outros, se sentem mais seguros para falarem mais sobre si; outros, já se isolam. O tal acidente que antes separou o professor dos alunos, agora unifica os alunos em um único objetivo e fazem-nos se aceitarem, apesar das diferenças e dos problemas do passado.

Por Causa do Sr. Terupt é um livro maravilhoso. Cada capítulo é narrado por um personagem e preciso terminar de escrever essa resenha com o poder da mente porque estou aplaudido de pé, pelo modo como ele soube explorar perfeitamente bem cada personalidade de cada personagem e saber usar isso da melhor maneira possível. É o primeiro livro no qual eu vejo uma transição de personalidades em primeira pessoa tão boa.

Além disso, também preciso aplaudi-lo pela história maravilhosa, educativa e que acho que deveria ser de leitura obrigatória das escolas, principalmente no fundamental, onde encontramos casos contados no livro muito semelhantes à realidade nas escolas.

Eu chorei, eu ri, eu me encantei. Rob Buyea me conquistou de verdade com esse livro maravilhoso e não tenho palavras para descrever o prazer que sinto em pensar que contribuí para a publicação dele aqui no Brasil. Estou orgulhosa, ora de Buyea, por criar esta história tão maravilhosa; ora pela Editora Pandorga, por trazer este livro ótimo para cá; e ora por mim, por fazer parte dele de alguma forma. E, com isso tudo, mais consigo pensar em como eu gostaria de ter tido um professor como o Sr. Terupt lecionando enquanto eu estava na quinta série. Talvez muita coisa seria diferente, ou talvez não, mas me apego à imaginação de que, sim, ele teria feito uma grande diferença na minha vida e na dos colegas que compartilharam a sala comigo.

Este livro com certeza está na lista de fofurinhas do ano!

E aí, o que achou? Não deixe de comentar!

Boa leitura para você!

Bio

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s